Buscar

Nova tecnologia se mostra eficaz em reverter a fibrose pulmonar


A fibrose pulmonar (FP) é uma doença crônica que pode ser causada por toxinas ambientais, medicamentos ou doenças. Na FP, o dano tecidual origina uma resposta imune disfuncional que promove a deposição de tecido cicatricial em vez da regeneração do tecido pulmonar. Até o momento, a condição é tida como irreversível, levando à progressiva dificuldade na troca gasosa.


Nos últimos tempos, a utilização de células estromais mesenquimais (MSCs) tem sido proposta como potencial alternativa para o tratamento da FP dadas suas características semelhantes às de células-tronco; auto renovação e pluripotência. Entretanto, as tentativas de sua utilização na FP foram limitadas uma vez que seu efeito terapêutico só foi comprovado nas fases iniciais da doença, com ambiente inflamatório e tecido fibrótico ainda em formação.


Agora, um grupo de pesquisadores da Universidade de Illinois (Chicago) anunciou o desenvolvimento de uma tecnologia capaz de prolongar os efeitos terapêuticos das MSCs no tratamento da FP, o que pode levar a novas terapias no futuro.



Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

6 visualizações