Buscar

Novo vírus inofensivo pode testar novos diagnósticos e vacinas para doenças graves


Pesquisadores da Universidade de Queensland e do QIMR Berghofer Medical Research Institute, ambos na Austrália, anunciaram a recente descoberta de um flavivírus específico para insetos, o vírus Binjari. As características marcantes e úteis do Binjari são: ser inofensivo para seres humanos e suportar a troca de seus genes de proteínas estruturais com os de flavivírus patogênicos que infectam vertebrados. Isso significa que o vírus Binjari tem potencial para se configurar em excelente plataforma para a pesquisa de novos métodos de diagnóstico e até novas vacinas para doenças causadas por outros flavivírus.


O artigo foi publicado recentemente na Science Translational Medicine. O Binjari é um flavivírus que originalmente infecta as células de mosquitos, mas não tem capacidade de infectar o ser humano e outros vertebrados. O Binjari pode ser projetado por recombinação genética para abrigar genes de flavivírus relacionados que causam doenças como Zika, Febre do Nilo Ocidental, dengue e febre amarela. Ao servir como plataforma para abordagens recombinantes, o Binjari representa uma ferramenta de pesquisa flexível e não infecciosa produzindo vírus híbridos ou quiméricos que parecem fisicamente idênticos aos vírus causadores de doenças sob o microscópio eletrônico, sendo incapaz de infectar seres humanos e outros vertebrados.


O estudo consistiu em projetar os vírus quiméricos BinJ/VIF-prME, que continham genes do vírus Zika ou da Febre do Nilo Ocidental. Esses vírus quiméricos cresceram bem nas células de mosquitos, mas foram incapazes de infectar células de vertebrados. Experimentos de microscopia crioeletrônica e de ligação a anticorpos monoclonais ilustraram que as partículas quiméricas do vírus BinJ/VIF-prME eram estruturais e imunologicamente semelhantes aos seus flavivírus parentais que infectam os vertebrados.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

15 visualizações