Buscar

O microbioma intestinal favorece a progressão e resistência do câncer de próstata


O adenocarcinoma de próstata (ACP) é dependente de hormônios andrógenos para a sua progressão inicial. Em função disso, terapias de privação hormonal são utilizadas com bons resultados na prática clínica para inibir a progressão tumoral. Infelizmente, muitas vezes o tumor para de responder à privação hormonal e se torna resistente.


Embora não se conheça o mecanismo por trás do surgimento de resistência no ACP, alguns estudos sugerem que modificações no microbioma podem ter um papel no fenômeno.


Agora, um time de pesquisadores com integrantes do Instituto de Pesquisa do Câncer, em Londres, do Instituto de Pesquisa Oncológica de Bellinzona, na Suíça, e do Instituto Federal Suíço de Tecnologia confirmou essa hipótese em um estudo recente.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

1 visualização