Buscar

Olfato canino inserido em método inteligente de diagnóstico de câncer de próstata


Uma equipe internacional de pesquisa, incluindo membros do Medical Detection Dogs (UK), publicou um artigo na PLoS ONE que subsidia a incorporação de uma especial habilidade dos cães em diagnosticar cânceres de próstata com histologia agressiva. A importância disso é a diversidade de apresentações clínicas do câncer prostático, com um grupo de tumores agressivos (alto grau de Gleason) e outro grupo cuja evolução não tem o poder de modificar a sobrevida dos pacientes.


O método de triagem mais utilizado hoje, a detecção sérica do antígeno prostático específico (PSA), é bastante sensível, mas pode erroneamente apontar condições prostáticas benignas (hiperplasia e prostatite) como sendo tumores. A necessidade de um método mais eficaz fez os pesquisadores combinarem dados do olfato canino treinado, detecção de corpos orgânicos voláteis (VOCs) e perfil microbiano da urina.


A associação dos métodos, com destaque para os cães, conseguiu bons índices de sensibilidade e especificidade. Por fim, a equipe demonstrou que pode ser viável utilizar esses dados para alimentar um algoritmo de inteligência artificial e criar um método eficaz e acessível de diagnóstico do câncer de próstata.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

5 visualizações
DOCMEDIA_ICONE_HIG_RES_WHITE.png

healthcare innovation

Atenção: Docmedia é um espaço informativo de divulgação e educação sobre temas relacionados à saúde, tecnologias e pesquisas científicas. Não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
© 2020 Pharmedia Informática Ltda