Buscar

Pesquisa aprimora dispositivos vestíveis sensíveis a gases exalados pela pele


O futuro da pesquisa em Medicina aponta para o monitoramento contínuo de parâmetros de saúde por meio de dispositivos vestíveis.


Um exemplo já cotidiano são os relógios inteligentes capazes de monitorizar em tempo real a frequência cardíaca.


Atualmente, essa tecnologia de monitoramento depende de sinais elétricos para detectar os produtos químicos excretados na transpiração, o que exige grandes quantidades de suor para as leituras.


Agora, pesquisadores da Universidade Estadual de Ohio afirmam ter aprimorado a tecnologia, que passou a ser capaz de detectar compostos voláteis exalados pela pele.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

0 visualização