Buscar

Risco cardiometabólico pode se acumular desde a infância e tem relação com infecções


As doenças cardiovasculares permanecem como a principal causa de morte no mundo. Atualmente, as medidas de prevenção principais incluem adotar um estilo alimentar e de hábitos de vida saudáveis, o tratamento de condições precursoras como hipertensão, diabetes e a triagem com o acompanhamento de casos selecionados de maior risco.


A novidade é que um estudo de pesquisadores do Murdoch Children Research Institute sugere que o desenvolvimento do risco cardiometabólico é bem mais complexo do que se imagina e pode ser uma acumulação que se inicia na tenra infância.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

0 visualização