Buscar

Terapia gênica reverte efeitos de mutação causadora do autismo em estudo


Existem diversas mutações genéticas associadas a variados transtornos neuropsiquiátricos, incluindo o transtorno do espectro autista (TEA).


Entender como essas mutações interrompem o desenvolvimento normal e a função cerebral e projetar meios de reverter essas alterações são as formas que a ciência encontra para combater a doença.


A novidade é que pesquisadores da Universidade da Califórnia em San Diego anunciaram que essa metodologia obteve sucesso em reverter os efeitos de uma mutação associada à uma forma profunda de TEA.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

13 visualizações