Buscar

Terapia imunomoduladora se mostra eficaz contra a neurodegeneração em estudo


A doença de Alzheimer (DA) é caracterizada pela deposição de proteínas anormais, beta-amiloide e tau, levando à neuroinflamação crônica e morte celular. Ainda não há tratamento disponível com eficácia para a doença, mas uma promissora via de pesquisa é a ativação do sistema imune inato (SII). Em condições normais, células do SII removem detritos tóxicos, mas essa função cai de desempenho com o envelhecimento.


Infelizmente, as tentativas já realizadas de devolver ao SII seu nível normal de desempenho resultaram em neuroinflamação igualmente prejudicial para as células neuronais. Nesse contexto, a novidade é um estudo de pesquisadores da Universidade de Nova York anunciando bons resultados de uma terapia imunomoduladora visando o tratamento da DA.


Após resultados animadores inclusive em modelos animais superiores, os pesquisadores estão animados com o potencial da técnica para estudos clínicos.



Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

3 visualizações