Buscar

Uma chave de microbioma para diagnóstico e tratamento de autismo


O diagnóstico do transtorno do espectro autista (TEA) é difícil por depender de avaliação profissional subjetiva, uma vez que inexistem testes diagnósticos específicos. Portanto, a descoberta de biomarcadores de TEA é de interesse, pois pode ajudar a prever a condição, auxiliar em seu diagnóstico e indicar intervenções precoces.


Nesse contexto, um novo estudo de pesquisadores da Universidade Politécnica de Hong Kong e da Universidade Chinesa de Hong Kong anuncia descobertas relativas ao microbioma intestinal que podem servir a esse propósito.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

3 visualizações