Buscar

ZOE, o App que integra dieta, microbioma e doenças metabólicas


Estudos implicam o microbioma intestinal como um fator crítico em doenças como a obesidade, diabetes, doença cardiovascular e câncer. Por sua vez, o microbioma é uma rede complexa, cuja composição é influenciada por diversos fatores, sendo a alimentação um dos principais. Determinados tipos de alimento já foram vinculados por estudos a perfis bacterianos mais benéficos para a saúde.


Com o objetivo de compreender essas interações, um esforço internacional de pesquisa reuniu a Universidade de Harvard, King’s College London, Massachusetts General Hospital e a Universidade de Trento. O estudo da equipe foi publicado na Nature Medicine e traz importantes descobertas sobre a interação entre dieta, microbioma e doenças metabólicas.


Basicamente, os pesquisadores reuniram 1098 indivíduos em um estudo chamado PREDICT1. Esses indivíduos passaram por profunda investigação de seu padrão alimentar ao longo do tempo, sequenciamento metagenômico das fezes e centenas de medições de marcadores sanguíneos cardiometabólicos.


A estratégia permitiu a construção de um mapa de interações que serve como base para estratégias, visando modelar o microbioma em direção a um perfil mais saudável. Além disso, o estudo resultou na criação de um exame caseiro do perfil do microbioma que retorna um painel de risco cardiometabólico e orientações dietéticas visando esses riscos.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

22 visualizações